Assembléias de Deus

Assembléias de Deus
Selo da unidade no centenário


MusicPlaylistRingtones
Create a playlist at MixPod.com

terça-feira, 11 de maio de 2010

QUANDO FALTA "GRAÇA" NA FAMÍLIA


A maioria das pessoas reconhece um ambiente de graça quando o vê. Elas simplesmente apontam os resultados: as pessoas se sentem seguras, crescem, confiam umas nas outras, vivem de forma autêntica, celebram unidas, riem muito e produzem mais. É interessante como, em alguns ambientes, a graça é tão evidente que podemos senti-la imediatamente, mesmo antes da compreensão cognitiva dos comportamentos observados!

O que é “graça”?
· Graça é um favor não-merecido. É dar algo de valor a quem não merece, mas precisa.
· Graça é tratar as pessoas melhor do que elas merecem.
· Graça é tratar as pessoas melhor do que nós esperamos ser tratados.
· Graça é não desistir daqueles que desistem de nós.
· Graça é dar amor ao que não merece ser amado.
· Graça é ser grato, apesar da ingratidão das pessoas.
· Graça é servir aos inimigos.
· Graça é abençoar os que nos amaldiçoam.
· Graça é falar bem de quem fala mal da gente.
· Graça é orar pelos que nos perseguem.
· Graça é vencer o mal com golpes de bondade.
· Graça é desejar o bem para os que nos desejam mal.
· Graça é perdoar, mesmo quando esse perdão não é solicitado.
· Graça é se importar com aqueles que não se importam com você.

O que acontece quando falta “graça” no ambiente FAMILIAR? “Tudo no Evangelho se fundamenta na ‘graça’. Sem a ‘graça’, o Evangelho não teria o poder de Deus para a salvação do homem!”

1. Quando falta graça, as regras acabam se tornando mais importantes do que os relacionamentos. Regras só têm valor quando, primeiro, se constrói um relacionamento de confiança com a família. Quando falta confiança, ninguém se abre para aprender ou para ser influenciado. Um ambiente permeado pela graça é um solo fértil para a construção de relacionamentos de confiança.
2. Quando falta graça, amamos as coisas e usamos as pessoas. Observe que o pai não perguntou ao “filho pródigo” sobre o dinheiro que ele havia desperdiçado numa vida desregrada. O que mais importava não eram as coisas (dinheiro), mas sim, o filho.
3. Quando falta graça, a indiferença revela que o coração da família foi petrificado. Nesse ambiente de corações petrificados, ninguém ouve com empatia, ninguém se coloca no lugar do outro para sentir o que ele está sentindo. Nesse ambiente, não há reconstrução, reconciliação e nem restituição. A maior evidência de que falta graça no ambiente de muitas famílias é a indiferença. A graça faz com que nos importemos com a dor do outro. Onde há sensibilidade, é porque ali reina a graça de Deus.
4. Quando falta a graça, não há flexibilidade; e, como todos sabem, toda estrutura rígida se quebra com facilidade.

O chão da sua casa é afofado com graça? O ambiente da sua casa é enriquecido com graça? Que o Senhor não deixe faltar graça em sua casa!
por Josué Gonçalves

0 comentários:

Postar um comentário

Pesquisar neste Blog